eu sou tranqüilo
sou piegas
vivo às cegas

e muitas vezes
agrido o ambiente
com os meus repentes

outras nem tanto
ousar é preciso
em vez de submisso

olha que à vezes
rio de repente
de uma cena ardente

e tropeço nas sílabas
a andar às turras
com essas omissas

mas ir à missa
de jeito nenhum
a ouvir o esgargalar

nem sempre sou crente
sutil descreio
de coisas mil

e nas desventuras
despenco nas amarguras
a pensar nas malhas

mas quanta bravura
neste coração cavaleiro
que sempre atende
e estende sua mão
de silente cristão

Abilio Terra Junior
23/03/2007


[Menu] [Voltar]

Envie essa Página  

 

Tube: kara

Criação de Gráficos e Páginas:
Webmaster e Designer:Crys