teus pés aí estão
andando pela vida
ora indecisos ora precisos
falam sua linguagem

não são indiferentes
percebo-os agora
em sua delicadeza
claros volteiam

chutam o ar
saltam sobre um volume
de ar que passa
estreitam-se rápidos

perguntam-se distraídos
acompanham as notas
da canção depois
descansam levantam-se

descem no sofá
abraçam-se por um momento
mergulham na água
acompanham as pedras

do regato com cuidado
sorriem sob a cachoeira
sobem o monte cautelosos
brindam a vida

correm pela relva
eles te identificam
nesta madrugada fria
no meio do ano
em que me convidas
a sorrir

Abilio Terra Junior
15/06/2011

 

::: Menu ::: Voltar :::

Envie essa Página  

 

 

Criação de Gráficos e Páginas:
Webmaster e Designer:Crys