seguia seus próprios passos
na rota que se perdia
na secura deserta e fria
do longo vôo sem rumo

mas dentro da sua essência
seu nobre ser se esquecia
do seu propósito sua meta
que vinha da noite dos tempos

se alquebrava aos poucos
lutava como um soldado
que mesmo sem suas armas
se revela um bravo

e o tempo permanecia
ao seu lado e esperava
em cada minuto de fuga
nas inesperadas quedas

amava a natureza
e os seres que a seguem
que expressam em seu olhar
a gratidão e a pureza

criava então com as letras
o mundo em que planava
como o místico ser sem asas
que a todos convidava

a se unirem em sua busca
da eterna seqüência de elos
que serena muda escura
pulsa no fundo do coração

Abilio Terra Junior
27/07/2008 7:06 h


[Menu] [Voltar]

Envie essa Página  

 

 

Imagem Top: 1000 imagens

Criação de Gráficos e Páginas:
Webmaster e Designer:Crys