se vens do espaço infinito
em busca do que tu nem sabes
se encontras um pobre andarilho
perdido em busca de abrigo

se o achas muito sério
se sorris junto com ele
se recostas os teus lábios
e tua fronte cansada

se abres os teus abraços
se assim juntos se enlaçam
se perdem em um horizonte
em que se inspira e se suspira

sabes que nessas voltas
costumam se reencontrar
e nunca sabem quando
outro encontro se dará

mas te manténs em teu mundo
e percebes o que se passa
mansa cumpres tua pena
mas sabes que o futuro te espera

que mistério te recobre
em tua beleza morena
pois manténs teu porte nobre
em tua penosa jornada

até mesmo és serena
nos teus enigmas de luzes
e tua boca pequena
condiz com tua bela face

e cruzas os teus umbrais
e te embrenhas no sentir
junto ao pobre andarilho
que agora está junto a ti

Abilio Terra Junior
10/06/2008 2:29 h



::: Menu ::: Voltar :::

  Envie essa Página



 

Midi:Yuko Ohigashi Fantasy

 

CrysGráficos&Design