OBSERVA A CENA DE DENTRO DA GRAVURA

Mulheres nuas, redondas. Dégas com sua barba as observa nos bordéis e Picasso as grava. O Minotauro cego conduzido pela menina. O minotauro se enternece pela beleza da mulher e a contempla e sente a pele macia do seu rosto com sua mão grosseira. As datas são espelhadas. As mulheres são estupradas por homens e minotauros e mostram a sua nudez sem constrangimentos, até mesmo abrem as pernas. Algumas são lindas, gravadas com poucos e precisos traços pelo gênio, estão em todas as posições e até com touros expõem sua devassidão. Há muitas mulheres em muitos bordéis, e em todos eles Dégas marca sua constante presença. Mas há cenas em que o autor com o sua modelo observa com admiração uma escultura, e outras em que ele está bem a vontade com o modelo, e outra em que mostra um semblante duro e seus órgãos expostos, com um bastão a mão junto àquelas mulheres belas, lânguidas e exuberantes em suas formas. Mas há também uma decomposição das formas junto às outras (formas) inteiras em seu aspecto. E há faunos junto à uma cabra, que tocam as suas flautas, semiencobertos, ou faunos resumidos em traços fundamentais. E o homem que descobre, ansioso, a mulher que dorme. E mulheres belas e outras nem tão belas. E a intimidade do mestre com seus modelos , seus órgãos, seu ambiente, seu ateliê em que o modelo se recosta em seu ombro para melhor observar sua obra, seus bordéis, sua genialidade – é o Picasso gravador que nos mostra isso e muito mais com a sua técnica, o seu talento, a sua produção em grande escala, mas que nem por isso perde em qualidade. E o mistério da criação em que as formas não são mais formas, mas sim imagens que se plasmam, e, que, aos olhares, se distorcem e se contorcem em mil facetas. Cavaleiros que partem em complexas armaduras, sobre os seus cavalos, observados, talvez, pelo padre e pela amada. E o Picasso nonagenário que observa a cena de dentro da gravura.

 

[Menu] [Voltar]

Envie essa Página  

Todos os meus textos são protegidos pela Lei de Direitos Autorais - LEI No. 9610,
de 19 de fevereiro de 1998, e pelos tratados e convenções internacionais.
Respeite os direitos dos autores, para que seus direitos também sejam respeitados.

Contato com Autor: Abílio Terra Junior

 

Criação de Gráficos e Páginas:
Webmaster e Designer:Crys

Melhor Visualizado em:1024x768