a neblina me acompanha
nas velas carcomidas
sopra um gélido vento

meu centenário navio
emerge de entre as cinzas
com seus prisioneiros perdidos
e seus tripulantes imprecisos
que caminham dentre o vento

seu destino sempre foi
encontrar a doce princesa
com seus pés petrificados
seu busto adormecido
sua face de donzela
enregelada e bela

que me espera
com seu porte nobre
em um tempo que circula
no mesmo porto
de sonhos eternos

Abilio Terra Junior
17/06/2005


[Menu] [Voltar]

Envie essa Página  

 

 

Criação de Gráficos e Páginas:
Webmaster e Designer:Crys