poesia é igual erva daninha
que polui esse nosso Universo
os que tentam dizimá-la
fortalecem suas raízes como estercos

ela se esconde na magia de velhas bruxas
e nos úberes de pacatas vacas no pasto
e no olhar doce da mocinha que se esconde
e ainda assim alcança com quem sonha

pois ela se lança dos confins do Universo
em um sorriso de Apolo
e toca a alma do poeta que desperta
com um timbre de um solo em silêncio

Abilio Terra Junior
09/03/2005


[Menu] [Voltar]

Envie essa Página  

 

 

Midi: Chopin - Romantic Piano

Criação de Gráficos e Páginas:
Webmaster e Designer:Crys