© Abilio Terra Junior

(para a amiga Tere Penhabe)

 

quando a esperança se esvai

 se inclina e se declina

de se decidir ou fugir

 as brancas mãos se tocam

em um frenesi de mutantes

 

logo os lábios carnudos

emitem um sincopado gemido

 de dentro das carnes

o odor se espalha com os fluidos

 

é sinal de que a dor

se perdeu da sua origem

e no epicentro do enigma

é apenas uma nota

que nem o efusivo barítono

a alcançou na noite inglória

 

 quantos mortais feneceram

em seu torpor tão antigo

pois em si mesmos portavam

o embrião que segue o tempo

 

e com ele se confunde

e escraviza a alma

que se desprende da carne

 

ao se vangloriarem

das efêmeras glórias

que pesavam em seus ossos

até o fundo dos túmulos

 

pensavam-se imunes

 se irmanavam aos beijos

acirravam seus desejos

e pariam bestiais rebentos

 

numa negra maresia

que se infundia em seus corpos

agiam assim como loucos

sem ao menos o saberem

 

Abilio Terra Junior

13/10/2007

(Direitos autorais reservados ao autor)

Envie essa Página

Créditos desta página:

Você está ouvindo: Estão voltando as flores.mid

Imagem: Royalty Free - Getty Images.com

Webmaster e Designer: Lisiê Silva.

Página inserida em: 17/10/2007

Copyright © Abilio Terra Junior - 2007

Todos os Direitos autorais reservados /  All Rights Reserved.