Como alcançar a paz?

Cortando as cabeças daqueles
que pisam com suas imundas botas
as terras ensolaradas
seduzidas pelo perfume inebriante da jovem donzela
que dança a música dos seus ancestrais
e sonha um dia adocicar a boca do seu esposo
com as carícias dos seus lábios
e o gosto inesquecível da tâmara?

E daqueles que calculam com precisão milimétrica
como alcançar com seus vorazes obuses
a escola onde mestras dedicadas cantam
junto com lindas crianças canções milenares
e ensinam letras rebuscadas
que mais parecem sons das notas musicais
das flautas dos rústicos pastores
que calcam com suas sandálias
o solo pedregoso do monte coberto de palmeiras
ao cuidar das suas ovelhas?

E daqueles que jogam
dos seus quase invisíveis aviões
gigantescas bombas
que em nada lembram
a pedra atirada por Davi com sua funda
que se multiplicam muitas vezes
em milhões de fragmentos assassinos
que buscam velhos, crianças, mulheres,
pais de família,
no canto mais recôndito do seu lar
com a certeza de que ninguém se salvará?

E daqueles que falam em paz
pensando na guerra e na conquista
e cujas costas largas estão amparadas
pelo imenso poderio
do homem que sonha em ser
o dono do mundo
e que negocia a morte a cada dia
com a indústria dos tanques, morteiros,
granadas, obuses,
em sua duradoura aliança
com os cavaleiros do Apocalipse?

Quem resiste?

Quem clama?

Quem defende os inocentes da morte ignóbil?

Cortemos todas essas cabeças
e ofereçamos ao deus da guerra,
que com suas longas barbas brancas
consultará seus profetas com vestes negras
carcomidas pelo tempo e as traças
que o aconselharão a se recolher
ao depósito noturno
da gruta mais funda do Mar Morto
junto com imensos vermes trogloditas
e se esqueça da sua história
da sua astúcia
e das suas carnificinas perenes
e se recolha em si mesmo
e vomite a sua alma apodrecida.

Abilio Terra Junior
31/07/2006

[Menu] [Voltar]

Envie essa Página

Criação de Gráficos e Páginas:
Webmaster e Designer:Crys

Tube:Kara2601