Lua, minha amiga compartilha com você,
suas dores, angústias e saudades
da sua doce filha, que tão cedo a deixou.


Na sua imensidão e esplendor de sua luz a vê
brincar e sorrir na grande galáxia
como uma estrela cadente e através
da brisa que sobra mansamente
transmite aos seus entes queridos o quanto é feliz.

As estações mudam, o tempo passa,
mas no coração, fica cravada a
saudade da saudade que flui no espaço
em direção ao azular do horizonte
onde o amor e a lembrança jamais serão esquecidos.


Em cada flor, em cada canto dos pássaros,
nos zumbidos dos insetos e o seu sorriso encantarão
sempre a natureza com amor e doçura.


lembranças...
sorrisos...
saudades sempre...

Novembro de 2011

Luiza Helena Guglielmelli Viglioni Terra

 

::: Menu ::: Voltar :::

Envie essa Página  

 

 

Criação de Gráficos e Páginas:
Webmaster e Designer:Crys