nada
lenta e confusamente
procuro o veículo
aporto em uma pequena livraria
já escureceu

tomo um café expresso
a mulher loura
deitada no passeio
espera a ambulância

não há motivo pra pânico
o encontro enfim
em uma minúscula ilha
em que pessoas surgem do tempo
e uma mulher observa o por do sol

é tempo de festa ou de tristeza
muitos pulam muitos choram
o tempo passa
mas estou no momento
no tropel de muitas lutas
e muitas letras de muitas línguas
entre tantas cores penso na magia
que me valeu em plagas antigas

Abilio Terra Junior
18/06/2006 1:20 h

[Menu] [Voltar]

Envie essa Página

 

Criação de Gráficos e Páginas:
Webmaster e Designer:Crys

Imagem Top:Getty Images.com