nestes barcos floridos
em que subimos
a curva do rio
nosso destino é incerto

e junto às suas coxas morenas
que vibram no abandono
eu me pergunto veemente
como chegamos aqui
após tantos acidentes

e sinto o perfume das flores
que transborda dos seus seios
e ainda um tanto meigo
eu tento auscultá-los

e sinto naquele toque
que a primavera floriu
de dentro das suas entranhas

e então se espargiu
por toda aquela floresta
e acordou os filhotes
e deu vida à montanha

e lembrou a cada peixe
que nos seus pequenos ovos
a vida o espreitava

Abilio Terra Junior
07/09/2006

[Menu] [Voltar]

Envie essa Página

 

Criação de Gráficos e Páginas:
Webmaster e Designer:Crys

Imagem Top:Getty Images.com