novas cores minúsculas partículas
que se delineiam sobre uma face feminina
muitas pétalas que nunca se perderam
e o rosto espera paciente pelo desfecho
a jovem pinta com tato e cuidado
na tarde que muda os cumes do horizonte
as nuances de cor também se espalham pelo céu
a jovem senhora é de um tempo indefinido

carros velozes percebem-se perdidos
o som de uma melodia ecoa triste
da terra mais antiga
lembra os que se foram
outras melodias perambulam pelo espaço

nada será como antes
diz o deus que se comove e sussurra
ninfas passeiam pela sala
apontam seus dedos pequenos
para o quadro que se forma
inspiram a jovem pintora
nuvens assumem novas formas
e uma chuva cálida surpreende quem passa

uma sensação de paz emoldura o ambiente
as cores se espalham pelos cômodos
e o apartamento rejuvenesce
sem se surpreender
isto ocorre sempre que se cria um novo quadro

a jovem pintora se compenetra
lembra-se do último livro que leu
lendas e narrativas fluem em sua mente
e cada pincelada transforma o que antes existia
em um mundo novo submerso
na paz no amor na compreensão que é a mãe do pacifismo
e da crença nos direitos humanos

a humanidade atravessa novas eras
em que os artistas sobressaem
os tiranos desaparecem como por encanto
a natureza transborda
e se confessa senhora dos acontecimentos

Abilio Terra Junior
16/08/2009

 
 


::: Envie essa Página :::  

 

 

Tubes: SS_1927/1230-luzcristina

Criação de Gráficos e Páginas:
Webmaster e Designer:Crys