Amor do Mar - Nadir A D’Onofrio

As estrelas no firmamento
Assistem a esses momentos
Admiradas com esse romance
Assumem, que dele são guardiãs
As nuvens, sempre a bailar
Assim elas querem ficar!
Abraçadas, imitando as ondas do mar...

Maré atmosférica
Maré baixa
Maré cheia
Mar encapelado
Mar encarneirado
Mar mexido
Mareante sou, nas ondas do amor!

O ar!
O mar!
O sal!
O amor se manifestando
O coração se apaixonando
O sol à tudo aquecendo
O luar acariciando!

Ruidoso e violento
Resignado, pela lua é comandado!
Restando tão somente,
Rebentar-se no rochedo...
Rebeldia de momento!
Revolta, que em três horas se definha...
Reviravoltas, no vai e vem do mar,
no ato de amar!

27/05/2003
Santos SP


**********************************************

Medida do Amor - Nadir A D’Onofrio


Como medir o amor?
Ele é só emoção!
Sentimento abstrato, subjetivo.
Que altera nossas funções,
Desequilibra nossa razão...

Uma vez instalado,
É como vírus, difícil remover.
O que realmente sei,
E que a falta do amor,
Deixa no coração um vazio...

Sendo assim é fácil concluir,
A medida do amor!
Seja ele como for,
Tem que causar alegria, satisfação.
Acelerar a pulsação...

Sonhar, querer, com o ser amado estar,
Sentir sua falta em qualquer momento.
Arrepiar, ao toque das suas mãos,
Dividir o mesmo bombom.
Depois...beijar-te que é tão bom!

03/08/2004
Santos SP


**********************************************

Viajante Cósmico - Nadir A D‘Onofrio

Na tua trajetória,
vai salpicando poesias.
Entrelaçando sentimentos,
usando fios do arco-íris.
Pesponta o sol, lua, estrelas,
asteróides, cometas, planetas.
Nessa esteira galáctica,
acorde do teu sonho,
veja o planeta Terra!
É tua estação...desembarque!
Prepara-te para nova jornada,
árdua, porém...necessária...
Ah! Cuide do lazer, não esqueça!
Vá semeando poemas.
Na terra o que não faltará,
Será a inspiração, para os teus temas!

10/09/2004
Santos

 

Envie essa Página  

 

 

Criação de Gráficos e Páginas:
Webmaster e Designer:Crys

Melhor Visualizado em:1024x768