nada rima nesse tema
na seara obscura
no magma que resplandece
na boca seca que nega
na tosse envelhecida
nas lágrimas quase impossíveis
no corpo pálido e frio
da jovem com lisos negros cabelos
que teme a nuvem invisível
na morte amiga convicta
que abraça o mundo e o embala
na sina entranhada no fundo
do abismo que caminha e espera
cumpre ordens severas
que sangram os corações
os astros ociosos observam
o que estava por vir
para eles nada de novo
para nós o mistério a dor
os animais também sabem
mas nem por isso escapam
a natureza que é mãe
e sofre com tantos golpes
da fria índole humana
sabe que os sonhos desfeitos
não poderiam se cumprir
pois o homem é a praga que exala
horror e podridão
pensa que a domina
até que acorda sem voz

Abilio Terra Junior
18/03/2011


[Menu] [Voltar]

Envie essa Página  

 

Tubes: calguiswomoeuf17310/2481-luzcristina

Criação de Gráficos e Páginas:
Webmaster e Designer:Crys