Mãe, Estrela Guia,

acalento das sombras que me atormentam

neste mundo inóspito.

Na campina de flores silvestres

com aromas agrestes, lá,

você me encontra e junto à natureza

entrelaço minhas mãos às suas, encosto minha

cabeça em seu peito, seus braços me

envolvem com ternura e amor.

Nesse elo de amor, recordo com saudades

aquele tempo em que as histórias do

"Era uma vez..."como um conto de fadas

e num encanto de magia, tudo acontecia.

Luiza Helena Guglielmelli Viglioni Terra

 

 

Menu :::Voltar ::: Envie essa Página

::: ArtFinalCrysJuan :::