Céu escuro, anuncia tempestade.
Clarões intensos cortam o céu.
As árvores balançam de
um lado para o outro.
Pingos grossos tamborilam
na vidraça da janela.
A forte chuva cai na terra,
que penetra no solo seco.
O vento sibila forte, deixando no ar
um mistério da natureza.
Chove noite adentro.
Aos poucos, tudo se acalma.
No horizonte surgem os
primeiros raios de luz.
Os pássaros gorjeiam saltitando
de galho em galho.
As flores se abrem,
borboletas multicores e insetos,
voam num ritual harmônico
anunciando a entrada da Primavera


Luiza Helena Guglielmelli Viglioni Terra




::: Menu ::: Voltar :::

 

Envie essa Página  

 

 

Criação de Gráficos e Páginas:
Webmaster e Designer:Crys