encontro este tempo
nada mais importa
esqueço um único detalhe
e a margem se estreita
deixando escapar as letras
que se desvirtuam
a matar virgindades
que sangram em lajes
adubam pequenas flores
e matos nativos

um odor presente exala
de uma flor de cor violácea
que sobe em uma trepadeira robusta
a se enrolar em um ramo compacto de cipreste

salvo as letras
catando-as uma a uma
arrisco-me a perder
o cio natural

é uma dura pena
este embate discreto
mas este é o tempo volumoso
das vozes primevas

as letras encontram-se com meus lábios
sinto seu gosto seminal de lama
obrigam-me a dizer
o que sei e o que esqueci

entranham-se em meu corpo
salvei-as mas me perdi

Abilio Terra Junior
31/03/2006



Envie essa Página

 

 

Criação de Gráficos e Páginas:
Webmaster e Designer:Crys


Imagem retirada da internet sem restrições de uso

Tube: Márcio