Eraserhead

Henry Spencer e seus longos cabelos em pé caminha por entre montes de terra. Sua namorada está grávida de um bebê mutante. No jantar, da pequena ave que ele corta brota sangue. Sua sogra beija seu pescoço. Após o casamento, sua mulher se desespera com o choro do bebê e os abandona (temporariamente?). Ele tem visões com a ‘mulher do radiador/aquecedor’. Num palco, ela exibe as suas bochechas intumescidas e porosas. A vizinha do apartamento da frente o seduz e eles têm relações dentro de uma banheira (?) cheia de leite. Mas, depois, ele a vê se encontrando com outro homem, careca e com um bigodinho.
Henry mata o bebê mutante e das suas entranhas sai uma massa bolorenta. O ambiente é bizarro, surrealista, angustiante. E há ‘os bichinhos’, com suas cabeças redondas e suas longas caudas, que ‘a moça do aquecedor’ esmigalha com seus pés, e que Henry os retira, surpreso, do corpo da sua mulher, na cama, quando ela entrechoca os dentes, suada, e se mexe sem parar, mas, desta vez, bem maiores. Ele os atira na parede e eles se esmigalham.
Há o sujeito, com o rosto supurado, que, ao lado de uma janela quebrada, movimenta estranhas engrenagens, que parecem gerir a vida de Henry. O filme se inicia com a imagem de um misterioso globo, que lembra um planeta, e que mostra desfiladeiros, visto de perto. Surge o rosto de Henry, com seus olhos estarrecidos, e ‘as lombrigas’ que passam no ar, junto a ele.
Segundo David Lynch, após a primeira exibição, ele cortou muitas cenas do filme, detalhes, segundo ele, que o interessavam, mas que não interessariam ao público, e a duração do filme ficou reduzida a 89 minutos.
Primeiro longa-metragem de David Lynch, Eraserhead se constituiu em um ‘tour de force’ para ele e sua equipe. Lynch, jovem, fazia um curso no local, e ficou com o ‘galpão’, como ele chamava, à sua disposição. Poucos recursos, muita disposição, interrupções. Já ao final da filmagem, teve que se retirar do local.
Depois de terminado e lançado, o filme passou a ser exibido nas sessões da meia noite, em diversos cinemas de diversas cidades, fato que, segundo Lynch, tornou o filme conhecido, e começaram a se formar filas de espectadores para assisti-lo.
Segundo depoimento de David Lynch, em seu livro ‘Em Águas Profundas’, amigos seus lhe revelaram que Stanley Kubrick, certa vez, os convidou para assistirem, na sua casa, ao filme que ele considerava o seu preferido, Eraserhead!

Eraserhead
Elenco: Jack Nance (Henry Spencer)
Charlotte Stewart
Allen Joseph
Direção e Roteiro: David Lynch
1977


Abilio Terra Junior
07/01/2009


[Menu] [Voltar]

Envie essa Página  

Todos os meus textos são protegidos pela Lei de Direitos Autorais - LEI No. 9610,
de 19 de fevereiro de 1998, e pelos tratados e convenções internacionais.
Respeite os direitos dos autores, para que seus direitos também sejam respeitados.

Contato com Autor: Abílio Terra Junior

 

Criação de Gráficos e Páginas:
Webmaster e Designer:Crys

Melhor Visualizado em:1024x768