Arquivo X – Lilith - Ishtar

Assisti ontem ao filme ‘Arquivo X – Eu Quero Acreditar’, com David Duchovny e Gillian Anderson, dirigido por Chris Carter, que me fez relembrar a saudosa série, da qual, pelo que me consta, não perdi um capítulo. O filme nos leva a um mundo sinistro, tão peculiar à série, em um clima de suspense permanente. Os agentes Mulder e Scully até chegam a trocar um beijo sensual, se mostram íntimos e se revelam apaixonados, mas Scully mantém-se cientificamente cética, enquanto Mulder mostra-se receptivo a fatos paranormais, muitos relacionados a um ex-padre sensitivo. A trama é vigorosa e surpreendente, como de hábito, e suponho que agrade à maioria do seleto público que acompanha as aventuras da dupla há longo tempo. Que venham outros filmes ‘Arquivo X’, é o que espero.

Sybilina posta um comentário sobre Lilith no MySpace: a primeira mulher, que precedeu Eva, uma figura mitológica impregnada de mistério e simbolismo. Lilith é da era do caos, antes da ‘ação ordenadora’ do Deus do Velho Testamento, que criou o mundo em sete dias ou eras mitológicas. Muitos ligam a figura de Lilith a do anjo caído, Lúcifer, ‘o Portador da Luz’, que despertou nos homens a dramática tragédia da consciência, que provocou, em Adão e Eva, a noção da vergonha de se sentirem nus. Lilith seria a esposa de Lúcifer. Vejam bem: Lúcifer não é Satanás, é bom frisar.
Ora, uma figura como a de Lilith desperta o nosso imaginário e, sem dúvida, o nosso Inconsciente Coletivo, e toca em nossa Anima e em nosso Animus. Ela nos remete à profunda mitologia que cerca a mulher, desde as mais remotas eras, nos seus aspectos luminosos e tenebrosos. A mulher, em todos os seus papéis, de mãe, irmã, amiga, amante, esposa, sedutora, redentora, traidora, bruxa, fada, ninfa, musa etc. Lilith é impenetrável, indecifrável, pois ela antecede à ordenação do caos, segundo o mito que a cerca. E quanto de Lilith há na mulher, na figura feminina?

Releio o meu conto ’O Contato Direto de Raul’, que se encontra na página ‘Prosa’, do meu site ‘Os Homens Pássaros’ (www.oshomenspassaros.com.br/prosa_o_contato_direto_de_raul.htm). Neste conto, surge a figura também mitológica da deusa Ishtar, a rainha do céu. Raul se encontra, em um sonho, com Ishtar, figura assumida pela Anima de Raul.

Abilio Terra Junior
06/12/2008

[Menu] [Voltar]

Envie essa Página  

Todos os meus textos são protegidos pela Lei de Direitos Autorais - LEI No. 9610,
de 19 de fevereiro de 1998, e pelos tratados e convenções internacionais.
Respeite os direitos dos autores, para que seus direitos também sejam respeitados.

Contato com Autor: Abílio Terra Junior

 

Criação de Gráficos e Páginas:
Webmaster e Designer:Crys

Melhor Visualizado em:1024x768