caminhávamos por uma estreita estrada
em que alguns animais perambulavam
tudo girava em torno
de uma múmia egípcia que nunca se encontrara

todos os seres eram circulares
na sua original essência
entretanto os víamos nas formas variáveis
permitidas por nossa visão

vozes femininas se expressavam
com entusiasmo
rapidamente a espada de alabastro
subdividiu o ar

o negro sustentava o universo
com os deuses nele submersos
assim eles estavam em todas as dimensões
a seu bel prazer

contemplavam aquele globo
em que formiguinhas
muitas famintas outras corpulentas
consideravam-se donas onipotentes
do que julgavam ser o seu mundo

a música das esferas por vezes
era percebida por algum músico ou compositor
que compunha
alguns às vezes a aplaudiam
outros a ignoravam
ciosos do seu conhecimento

Abilio Terra Junior
25/03/2013


 

Menu ::: Voltar ::: Envie essa Página

 

::: CrysJuanGráficos&Design :::