Companheira guerreira , amava a vida com seus donos e era amada
e respeitada.
Meu ser sofre com sua ausência e choro por não mais te ver
Saltitando , brincando e esperando a minha volta quando saia, ela
estava firme, ali no portão da entrada e quando me via
vinha correndo ao meu encontro.
Participava de tudo, parecia gente, sabia
o que queria e como fazer a gente feliz.
Dezesseis anos e quatro meses, uma existência
e que lição que nossa amiga nos deixou.
Seu coraçãozinho foi tornando-se frágil , mas melhorou com o
medicamento que para ela fora sagrado.
Doía ver a companheira de todas as horas
modificando seus hábitos devido
a velhice que já começava a atuar em sua vida.
Era pequena, mas valente, seu latido era forte
e se ouvia a distância.Parecia uma leoazinha.
Ah! Amiga e companheira como esquecer você?
Seu companheirismo e fidelidade são marcantes
e minha alma sofre essa perda,
mesmo sabendo que a dor para você deixou de existir
Polly cachorrinha amiga ,
Para sempre...
saudades...


Luiza Helena Guglielmelli Viglioni Terra



::: Menu ::: Voltar :::

 

Envie essa Página  

 

 

Criação de Gráficos e Páginas:
Webmaster e Designer:Crys